sexta-feira, 23 de abril de 2010

1974: A Prova

Em 1974 , Jean-Luc Lagardère só poderia esperar uma vitória. Era necessário dinamizar a rede de concessionários encarregues da distribuição do novo Bagheera, o desportivo da marca destinado ao grande público.
Mas a concorrencia surgiu na sua maior força com os Porsche, Ferrari e Lola.
Apesar de constar entre as equipas favoritas, a equipa do carro nº7 , Pescarolo/Larrousse continuava a conduzir um modelo 670 B denominado "evolução C" de chassis 06.Mas isso não tirava valor ao carro.
Preparado depois de Outubro de 1973, tudo foi afinado e revisto para conseguir um aligeiramento geral e alguns retoques aerodinamicos. Paralelamente ao 670, a Matra desenvolveu o 680E, confiado à dupla Beltoise/Jarier, enquantos os outros dois 670B foram conduzidos por Jabouille/igault e Jassaud/Wollek/Dolhem. Tudo indicava que o 670 estava a acabar e era preciso encontrar um herdeiro. Mas, contando com a sua experiencia anterior, a equipa de Lagardère sabia que apostar num material comprovado e competitivo, mesmo que no fim do seu desenvolvimento, era um trunfo incontestável numa prova de resistência.
Tudo parecia correr ao contrário, quando, após nove horas de corrida, o 680 entrou definitivamente na boxe, pouco depois do 670 de Jassaud. Mas a táctica da velha raposa Pescarolo deu resultado. Partindo à cabeça no começo da prova (realizou o melhor tempo nos ensaios) o nº7 depressa se afastou dos seus perseguidores, para depois gerir a vantagem que os seus adversários não conseguiram anular. Efectivamente, todos contavam com uma falha que acabou por não acontecer. Convém lembrar lembrar que o Matra MS 670 B de chassis 06 nº7 pilotado por Pescarolo e Larrousse só correu em La Sarthe em 1974. Actualmente, encontra-se no Museu de Automóvel de La Sarthe. (texto Altaya).

1974 : Matra Simca MS 670B Gitanes (nº9)






Este Matra conduzido por Jean-Pierre Jabouille e François Migault ficou em terceiro lugar na geral.

terça-feira, 20 de abril de 2010

O Filme "Le Mans"



O filme "Le Mans" foi estreado em 1971 e foi dirigido por Lee H.Katzin. A personagem principal era Steve McQueen que interpretava um piloto americano que volta a Le Mans depois de no ano anterior ter tido um acidente em que consegue escapar com poucos ferimentos mas em que morre um piloto do outro carro. A história passa-se na edição de 1970 mas o filme teve pois a história é pobre, com poucos diálogos e nem a bela Elga Andersen consegue dar alguma chama ao filme. Adquiri este filme em DVD pelas imagens da edição de 1970 que felizmente é a maior parte do filme.
Muitas das cenas filmadas foram possíveis devido ao Porsche 908/2 com o nº29 (que Steve McQueen tinha levado ao segundo lugar nas 12 Horas de Sebring) e que aparece brevemente no filme coberto com uma capa negra. Foi conduzido por Herbert Linge e Jonathan Williams e embora tivesse ficado em 7º lugar da geral mas não se qualificou por não ter percorrido distância suficiente devido ao tempo perdido nas boxes para trocar de filme.
O Porsche 917 e o Ferrari acidentados são um um Lola T 70 de chassis com o exterior Porsche ou Ferrari.

domingo, 11 de abril de 2010

1998 : Porsche 911 GT2 (nº73)











Abandonou com problemas de motor.

1998 : Porsche 911 GT2 CHEREAU (nº72)





Ficou em 23º lugar na geral.

1998 : Porsche 911 GT2 Montoit (nº71)









Abandonou com problemas de motor.

1998 : Porsche 911 GT2 (nº70)










1998 : Porsche 911 GT2 (nº69)




Ficou em 18º lugar na geral.

1998 : Porsche 911 GT2 (nº68)




















Classificou-se em 20º lugar da geral.